terça-feira, 3 de outubro de 2017

Movimento intervencionista - Minha mensagem ao Exercito Brasileiro

Bom dia, senhores das Forças Armadas Brasileiras

De um patriota verde e amarelo, sem nenhuma simpatia com a bandeira vermelha:

Quando um sujeito é acometido de AVC, por exemplo
somente o socorro imediato pode-lhe assegurar boa recuperação.
Cada minuto conta para que o paciente não perca seus movimentos
e que as sequelas, caso hajam, estejam ainda em estágio reversível.

Ventila-se a possibilidade de interverção militar
o que eu certamente vejo como alternativa para o cenário já caótico.
Alguns culpam a sociedade por trazer o país a esta situação.
Vejo porém, fatores que contrariam essa visão.
Sabemos que existe um trabalho silencioso de infiltração comunista na mídia e na arte para a doutrinação ideologica em massa.
Sabemos que a democracia já no tempo de Cristo não funcionava, as pessoas escolheram a liberdade de Barrabás,
funciona ainda menos se os votos puderem ser computados por máquinas eletrônicas violáveis,
funciona ainda menos se o voto comprado de pessoas não instruídas continuar obrigatório e a eleger as mesmas velhas raposas.
Simplesmente eu resumo que fora do conceito, a democracia de fato não existe ainda.
O povo está alienado, e é mais fácil lotar boites Kisses aos milhares toda noite e reunir milhões de simpatizantes do lobby gayzista em passeatas
do que mobilizar pessoas para clamarem pelo que de fato afeta suas vidas.

De modo que a sociedade está sim muito doente e não cabe mais exigir que o moribundo se arraste até o socorrista.
Todos os dias a doença da corrupção mata um pouco, retira direitos, implanta seu plano maquiavélico de manutenção do poder,
poder esse que tentam reunir para entregar na mão de um só, todos tem o mesmo intento e caminham para a desolação.
Ou o soccorrista se mobiliza pela sua própria honra com a brevidade que a gravidade pede, ou as sequelas serão irreversíveis, para todos nós.


Sobre o discurso do bravo Gal. Mourão
todos focaram na fala da hipotese de intervenção, muitos até pediram uma punição.
mas não vi ninguém do congresso ou da mídia focar na introdução da palestra onde o general descreve o caos instalado
ninguém debateu soluções para esses problemas, esse deveria ter sido o tapa na cara do Bial
Não dá pra aceitar o país ser orientado pelo pai da futilidade, um ex apresentador do desserviço que são os "reality shows".

Quem vai questionar essas coisas e quem irá resolve-las?
Os chefes de trafico mais armados do que a policia;
Os pais de familia morrendo assassinados pela criminalidade;
Os donos de pequenos comercios saqueados por bandidos e pelo socio majoritário "Governo";
Ãs nossas crianças, a degradação moral imposta é permitida, aliciamento ao tráfico é permitido, mas trabalhar e aprender um oficio é proibido.;
Um plano de assistencialismo permanente sem uma contrapartida dos favorecidos é compra de voto;
Um judiciário caro e ineficiente na defesa da honestidade promove a desonestidade;
A sujeição ãs ordens globalistas da ONU para trazer imigração em massa inclusive permitindo o poder de voto;
A construção de porto em Cuba, quando nossa infraestrutura ou se deteriora por descaso ou é absurdamente onerosa considerando-se os pedágios do Alckmin;
Mencionar a possibilidade de privatizar a Casa da Moeda é insana, só interessa a George Soros.


minhas estimas,
Pelo nosso Brasil!
 
Hugo Alves